sexta-feira, 21 de abril de 2017

QUE TAL A OPÇÃO PREFERENCIAL PELOS RICOS?


Henrique Faria

Já andei pensando – e prometi a mim mesmo que desenvolveria um estudo para justificar a minha idéia – que, talvez, se a Igreja ao invés de priorizar os pobres fizesse uma “opção preferencial pelos ricos”, o reino da liberdade estaria mais próximo dos despossuídos e o reino dos céus ao alcance dos endinheirados. Mas não é mesmo? Com os ricos evangelizados não haveria pobreza...
Considerando que “pobres sempre tereis” e que “é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus”, não seria o caso de se tentar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário